18 agosto 2012

Viajando pela Europa. Minhas primeiras impressões.

Sempre adorei a idéia de ser mochileira! Achava fantástica a possibilidade!
E sem querer, lá estava eu e a família toda com a malinha nas costas e com uma vontade enorme de conhecer tudo por nossos próprios olhos.
Tentei fazer um roteiro exato de todos os lugares que gostaria de conhecer na Europa, mas a medida que ia pesquisando tudo me parecia infinitamente confuso, cheguei a ficar com dor de cabeça de tanto pensar. Passei horas lendo na internet dicas de amigos blogueiros, mas fazer o meu roteiro mesmo, com dia e horario, tudo cronometrado,esquece...Não rolou comigo!
Decidi que não fazer um roteiro seria o mais certo a fazer!
O marido quando descobriu  que não tinha roteiro quase  me matou , mas depois curtiu a ideia!
Sou uma pessoa muito tranquila e gosto de viajar sem muitas cobranças . O João que tem 7 anos, me surpreendeu ao definir-me como uma entusiasta ao fazer o seguinte comentário dentro do taxi em London, enquanto os maiorzinhos ficavam dando notas pros lugares: - Não adianta nem perguntar pra mamãe o que ela achou, porque ela acha tudo lindo mesmo! De fato esta sou eu!
E se posso, levo todos juntos pra aprenderem a achar tudo lindo também! 
Tomar um delicioso chá da tarde em London com minha princesa que adora chás, foi uma experiência maravilhosa! Me senti brincando de boneca com ela! :)

O que gosto mesmo é de aproveitar e vivenciar minhas viagens ao máximo. Pensar assim, faz eu me sentir feliz e completa!

Me lembro de um dia quando estava em Bariloche olhando calmamente a lojinha de chocolates (ou será que foi de lembrancinhas? Não me lembro agora!) e um jornalista veio entrevistar eu e o marido logo após  um apagão que aconteceu na cidade, bem no mês de Julho, mês de altíssima temporada ,perguntando pra nós se aquilo que havia acontecido interferiu alguma coisa na nossa viagem e  minha resposta veio imediata:
-Imagina! São coisas que acontecem...Normal! E balancei os ombros! Ele disse: -Gostei da sua resposta!-Posso fazer uma foto de vocês?-Eu disse: Pode! Ele:- Se vocês quiserem ver a publicação ,no próximo domingo compre o jornal! Comprei o jornal daquele domingo e não é que nossa foto estava lá! Tenho a foto em alguma caixa de viagens guardada aqui em casa! Poderia ter ficado frustada! Mas eu? De forma alguma!
Aprendemos tantas coisas quando viajamos que só quem tem a coragem de ir pra entender isso. Quem ainda não tem, acho que é bom dar uma olhadinha neste post aqui!
Mas estar na Europa foi diferente! De todas as viagens que fiz até hoje, não me lembro de nenhum outro lugar que me proporcionou tantas novas impressões  sobre a vida de uma forma tão intensa como lá!
Talvez em todo lugar seja assim, mas sentir isso foi muito bom!
Me sinto abençoada por estar aqui e poder compartilhar minhas experiências com vocês e sei que, talvez algumas pessoas não gostem do que vão  ler a seguir, mas por favor, não me levem a mal, apenas vivi!

Eu estava em Paris e vivi dias maravilhosos, mas a experiência em andar de  metrô pela cidade não foi das melhores. Me recusava a acreditar que estava vendo ao vivo  pessoas pulando as catracas do metrô  e aquilo me assustou! Não me lembro de ter presenciado isso nas poucas vezes que andei de  metrô em São Paulo quando mais nova. E pensei: -Talvez não tive sorte ,sei lá!
E alí mesmo, em Paris, mudei minha concepção sobre São Paulo. Voltei pra casa doida pra andar de metrô e confirmar minha  re-descoberta. E foi o que eu fiz domingo passado. O metrô de São Paulo além de ser muito mais limpo, melhorou muito e olha que andei nas linhas velhas! A Carol que andou nas linhas novas falou que é a coisa mais linda! Não sei em horário de rush, mas tem muita coisa nova. Fiquei encantada  com o nosso transporte público! Tudo limpo, sinalizado, organizado e com funcionários uniformizados auxiliando as pessoas. Adorei! Coisa que não vi na Europa!
Vi ratos passeando no jardim da Torre Eiffel a noite, que inocentemente foram confundidos pelo meu pequeno com os esquilinhos da Disney. Me lembrei do filme Ratatui! No filme eles são tão bonitinhos! Mas ao vivo ,não são não! E aquilo me frustou um pouquinho, principalmente o marido que tem um jeito bem objetivo de dar opiniões! Fala o que pensa na lata!
Além desses acontecimentos, as duas coisas que mais nos chatearam foi  a rispidez das pessoas e os taxistas ladrões. Tão diferente do que estamos  acostumados a ver nas outras viagens! Sabiamos que os europeus não eram de muitos sorrisos, mas de verdade, eles pareciam estar de mal humor o tempo todo. Se você pensa em ir pra lá, se prepara para enfrentar muita cara amarrada e tomar cuidado com os taxistas, pois eles estão interessado apenas no seu dinheiro e mesmo que você saiba o caminho ou pergunte antes o preço da corrida,eles são bem pilantras! Fica a dica! Mas no final conseguimos fazer tudo o que queríamos sem muitos traumas!

Paris é linda! Cidade grande e cosmopolita como São Paulo e demorei um pouquinho pra me situar e entender os mapas dos lugares.
Nunca havia estado num mundo tão incrível de arte além das minhas fotografias. Fiquei  hipnotizada nas calçadas enquanto via trabalhos dos artistas de rua pintando ao vivo telas incríveis em uma perfeita maestria com seus pincéis e suas tintas.

 O Louvre foi pra mim uma experiência fantástica. Meus olhinhos brilhavam no meio daquelas telas. Um lugar pra ficar horas e horas, apreciando cultura e beleza pura!
Sem contar que me senti dentro do filme, O Código Da Vinci , escrito pelo autor Dan Brown que eu adoro!

Crianças relaxando e lendo um livro na livraria do Centre Georges Pompidou em Paris! Imperdível!
Adorava quando chegava a minha vez de ser o Mestre da Viagem. Levava a família toda a lugares que normalmente  adoro ir,como uma livraria por exemplo...e não é que eles gostaram sem reclamar!


Caminhando sem direção próximo ao Rio Sena ,vi muitos fotógrafos chegando bem cedo a espera do entardecer e do Por-do-Sol perfeito para fotografar a Torre Eiffel. E fotografar ao vivo a Torre Eiffel do outro lado do Rio Sena é realmente uma sensação maravilhosa!
Um mundo de luzes, de magia ,de beleza tão perto dos olhos nos esperava a muito tempo.Tinha momentos que não queria sair dalí!
Subimos até o topo...e ver a cidade do alto não tem preço!Se você está na dúvida se compra os ingressos ou não ,compre. Não deixe de visitá-la!Vale muito a pena e não esqueça de levar muita bateria para a máquina de foto e vídeo. Como o horário que agendei era para o entardecer e durante o dia, nos passeios  quase acabei com as baterias, a noite tive que escolher as fotos que iria fazer e isso foi um ó! Odeio ficar miguelando fotos e o marido falando que a culpa era minha! Essa aí de cima foi feita com meu celular que amo!


Em London tem muita história pra contar. Fomos muito bem recebidos e a cidade estava super enfeitada para as Olimpiadas que iria começar uma semana depois. Nos perdemos de madrugada no primeiro dia da viagem e foi super interessante ver a vida Londrina de madrugada. Só não pergunta o que estavamos fazendo a família andando de madrugada em London que nem eu sei. Só sei que agora entendo porque a galera que é solteira adora tanto aquela cidade. Nunca vi tantos Pubs um ao lado do outro e todos super charmosos. E se eu fosse solteira, elegeria London pra ficar alguns meses com certeza! É uma cidade encantadora ,cheia de histórias e de vida pulsante!



Me apaixonei de primeira por London e acho que todos os casais, independente da idade, como o da foto aí em cima se apaixona de novo quando vem a London ! Se você e seu amor não conhece London ainda,tá esperando o que, corre pra lá!

A Ponte de London


Família pegando o trem na Estação em London de manhã para mais uma aventura!

Nós , dentro do ônibus vermelhinho de London no Tour - The Original Tour London Sightseeing.

Em Bruxelas, vi casas abandonadas em ruazinhas onde quase não tinha vida! Mas virava a esquina e pumba, brotava gente nas mesinhas e nas ruas de pedra constrúida séculos atrás. Lá experimentei todas as cervejas que tinha oportunidade! Fiquei 3 noites na cidade, mas 2 seria o suficiente. Achei uma cidade voltada para casais e gente solteira. Interessante ponto de vista, viu casais! Me impressionei também com a arquitetura das igrejas. Maravilhosa!  Sentar naquela praça tão antiga feita de pedras e olhar em sua volta era como ver um filme preto e branco passar na minha mente e estar dentro dele.
O tal Átomo aí do lado na foto é roubada, não vá não! Perda de tempo!






Mas em compensação Bruges é linda e ficaria 1 noite hospedada aqui apesar dela ficar a apenas 1 hora de trem de Bruxelas. Acho que aproveitaria melhor a cidade. Além dos passeios na cidade, dá até pra fazer umas comprinhas.Vi lojas com roupas muito bonitas e de muito bom gosto pra uma cidadezinha antiga e totalmente turística, com preços não tão caros assim. Caminhamos muito,comemos chocolate belga e andamos em carruagens (não me falem que são carroças ok? kkkkk ) puxada por seus cavalos naquelas ruas tão estreitinhas e por um instante...voltei no tempo! MUITO BOM LEMBRAR!
Do lado do Hotel em Bruxelas ficava o Museu dos Smurfs e claro não consegui resistir e fui. Mas é bem simples ,não espere muita coisa, fui mesmo ,porque estava do lado  e sou muito fã desses homenzinhos azuis desde quando eu era criança! Era?


O bom de ter filhos maiorzinhos é que agora eles nos ajudam a fazer o roteiro das viagens e se não fosse a Carol em fazer tanta questão de conhecer o lugar onde as cenas do filme Crepúsculo foram gravadas, talvez eu não tivesse colocado a Toscana no nosso roteiro e Montepulciano foi uma cidadezinha linda, antiga e cheia de charme no qual agradeço a ela por quase nos obrigar a encontrar! Lá encontrei o cenário perfeito pra exercitar meu lado  fotógrafa com a filha servindo de modelo pra mãe! Nem precisa dizer o quanto eu adorei né!
Montepulciano na Toscana e a Carol ao lado admirando a Bela e o Edward nas cenas gravadas alí.
Andei de trem bala de um país ao outro numa velocidade tão rápida que você nem sente e quando pensa que vai descansar na poltrona já chegou no seu destino. Vocês tinham que ver a carinha do João !





Fiquei imobilizada quando sem querer estava na mesma praça em Roma,de frente pra estátua de Giordano Bruno onde ele foi queimado vivo no tempo da inquisição e aquilo pra mim foi algo muito difícil. Pouco antes da viagem assisti um filme que conta a história da vida dele inteirinha. Prefiro acreditar que tudo tem uma razão pra ser e talvez por isso goste tanto de filosofia e vejo porque ela é tão difundida hoje em dia.
Penso que tudo é uma incógnita sobre nós, ciência, religião e o nosso universo!
O mistério daqueles obeliscos escrito em egípcio e que todo lugar tinha. Porquê ? Quem escreveu? Qual será o significado daquilo tudo  e o que será que  ainda não sabemos?



Foram tantos lugares como Veneza ,que já estava me esquecendo e tantas aventuras legais como entrar na Gruta Azul em Capri ,que vou a medida do possível escrevendo sobre tudo.Onde estivemos, o que vimos e o que achamos de tudo nessa nossa fantástica aventura pela Europa!

E aqui eu deixo minha dica pessoal: Aproveite cada segundo da sua viagem lá e deixe o teu coração te guiar sempre!E se  você me perguntar!
Sim ,eu voltaria a Europa com certeza!


2 comentários:

  1. Adorei, nem precisa de palavras para expressar! Abraços,
    Paula
    www.mochilinhagaucha.blogspot.com.br
    ...

    ResponderExcluir

Qual o melhor tipo de hospedagem pelo mundo

Como procurar hoteis pelo mundo? Escolha por regiões, felicidade e bolso Se o destino for caro, experimente ficar mais longe do centro co...